Stand up e caiaque em Boipeba: 6 ótimos lugares para a prática

O stand up e caiaque em Boipeba são atividades muito presentes. E a ilha está repleta de pontos turísticos nos quais você pode aproveitar para praticar essas atividades.

Todos sabemos que Boipeba possui diversas atrações, para todos os públicos que gostam de natureza, não é mesmo? Praias tranquilas, passeios de mergulho, trilhas, entre outros. Porém, há duas atividades que estão crescendo em larga escala: caiaque e stand up paddle.

Conhecer a ilha desta forma dá uma perspectiva ao turista diferente, do que se ele estivesse caminhado pelas praias, conhecendo o destino da maneira “habitual”. Estar em contato com a vida marinha e observar as praias de outro ângulo são experiências singulares.

Com isso, descubra quais são os melhores locais para praticar stand up paddle e caiaque, além de outras atrações que fazem cada praia ter a sua identidade própria!

As praias de Boipeba

Primeiramente, vamos explicar de forma resumida como a ilha de Boipeba é territorialmente. Ela fica ao sul de Tinharé (onde fica o tão famoso Morro da São Paulo) e ambas pertencem ao município de Cairu.

Boipeba conta com oito praias principais: Boca da Barra, Outeiro, Praia das Pedrinhas, Cueira, Moreré, Bainema, Tassimirim e Ponta dos Castelhanos. De todos estes, em seis é comum praticar tanto stand up paddle quanto caiaque.

6 lugares para a prática de stand up e caiaque em Boipeba

1. Boca da Barra

Boca da Barra é a praia mais próxima da Velha Boipeba. Por aqui, você pode apreciar o encontro do Rio do Inferno com o mar. Um ótimo lugar para a prática de stand up e caiaque em Boipeba.

Inclusive, daqui, partem os passeios que levam os visitantes a explorar os manguezais da região, tanto no dia quanto à noite. Esses passeios proporcionam fabulosas experiências, como a do caiaque que permite observar a Bioluminescência.

2. Outeiro

Outeiro é a continuação da Boca da Barra, esta praia é extremamente calma, o que estimula a prática de ambos. Neste lugar, há espaço tanto para quem quer andar de stand up e caiaque quanto para quem quer ficar sossegado, curtindo a praia com seus filhos.

Sua areia é completamente clara e fofa, o que dá um contraste bem interessante, se somado com os vários coqueiros espalhados pela sua extensão e o próprio mar. Na orla, Outeiro conta com uma variedade de pousadas.

Outro detalhe bem interessante é que na maré baixa há a formação de piscinas naturais, um atrativo a mais nessa praia.

3. Tassimirim

Esta fica logo após a Praia das Pedrinhas, que por sua vez é a continuação de Outeiro. Aliás, também têm diversos coqueiros espalhados por sua orla, uma longa faixa de areia e um mar bastante calmo.

Outra similaridade é que na maré baixa, também se formam piscinas naturais, mas desta vez com a presença de recifes. Em Tassimirim, também há desova de tartarugas, além de muitos outros animais nadarem por suas águas.

Além da prática de stand up paddle e caiaque, outra atividade praticada com frequência nesta praia é o mergulho esportivo. Esta é outra maneira de ter um contato bem próximo com a vida marinha desta praia.

Tassimirim tem espaço para todos os públicos. Além de todas essas atividades, o local também recebe a visita de vários turistas, que querem apenas tomar um banho de mar e desfrutar das poucas barracas de praia, que servem deliciosos petiscos.

4. Moreré

Logo após passar a praia da Cueira, encontra-se Moreré, um dos pontos mais procurados (se não o mais) de Boipeba. Isto porque está praia é totalmente “completa”. E assim como as outras, as suas águas são completamente tranquilas.

Nela, também há recifes, onde se formam piscinas naturais na maré baixa, frequentados por uma imensidão de peixes, de inúmeras espécies. Em Moreré pode-se praticar os três: stand up paddle, caiaque e mergulho esportivo.

Importante dizer, que para ir até as piscinas naturais, é necessário pegar uma lancha, pois elas ficam em alto-mar. Além de todos estes fatores, nesta praia também há uma ampla faixa de areia, ainda maior na primeira parte da praia, procurada por muitas pessoas que gostam de fazer caminhadas.

Lá, também se encontra uma grande variedade de barracas, a maioria concentradas nas proximidades da vila. Todas com estilo rústico, de palha e madeira, reforçando a identidade de “local paradisíaco”. Por fim, a vila de Moreré está repleta de pousadas, tanto de frente para a praia quanto no seu interior.

5. Bainema

Esta, logo no seu início, possui uma característica que faz ela se destacar das demais. Bainema possui uma trilha, composta de árvores frutíferas e florais. O caminho, que dura cerca de 15 minutos, serve como ótimo cartão de visitas, até chegar a praia, de fato.

Bainema costuma ser uma praia muito deserta. Simultaneamente, é comum ter poucas pessoas a frequentando. Isso a torna ideal para quem gosta de tirar fotos “limpas”, podemos colocar assim, somente da paisagem.

Da mesma forma que Tassimirim e Outeiro, lá também têm uma grande quantidade de coqueiros. Vale destacar que no caso de Bainema, eles frequentemente estão em pares, o que os fizeram ficar conhecidos como “coqueiros gêmeos”.

Outra característica interessante é a vegetação ao seu redor, mesclando o verde de sua paisagem com o intenso azul do mar. Em Bainema, as águas seguem o “script” das demais, calmas, sem grandes movimentações.

No período de maré baixa, há no final da praia a formação de piscinas naturais. Em Bainema, também é comum a pesca de peixes e camarões-pistola, o que alavanca a economia local. Sendo seu principal consumidor, a cidade de Valença.

6. Ponta dos Castelhanos

A exemplo de Moreré, eis aqui mais uma praia com fama de “deserta”. Nela, tem vários coqueiros, recifes de corais e manguezais. Quando a maré está baixa, formam-se piscinas naturais.

A Ponta dos Castelhanos é opção prefeita para quem quer tirar fotos do lugar e relaxar, pois o fluxo de turistas nunca é grande, de uma só vez. Voltada também para o caiaque e o stand up paddle, justamente por causa desta calmaria.

Um fato interessante é que em suas águas, estão os destroços do navio espanhol Madre de Dios, que naufragou logo após a descoberta do Brasil. Realizando o mergulho esportivo, é possível avistar partes do navio.

A praia também é local de desova de tartarugas. Outra curiosidade é que a Ponta dos Castelhanos, além do próprio acesso ao mar aberto, também tem a disposição a água doce do Rio Catu. A junção de ambas resulta em um contraste bem interessante.

Conheça a Bahia Terra Turismo

Ficou interessado? Sabe como você pode visitar todos estes lugares? Com a Bahia Terra Turismo. Há 16 anos no mercado, atuamos com translados, viagens e passeios, por terra, mar e céu.

Nossa equipe conta com profissionais bilíngues, super preparados e comprometidos para tornar a sua viagem inesquecível. Entre todas as opções de lazer, a Bahia Terra Turismo oferece diversos passeios de stand up e caiaque em Boipeba e você poderá eleger entre os que melhor atendam os seus objetivos.

Entre em contato conosco e receba o atendimento e o suporte que precisa para fazer uma viagem inesquecível!

6 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

6 visualizações

0 curtidas

0 comentário

Stand up e caiaque em Boipeba: 6 ótimos lugares para a prática

17/02/22