top of page

Turismo inclusivo: o que é e quais os destinos do Brasil

O turismo inclusivo é apenas uma das vertentes turísticas que os viajantes encontram, estando ao lado de muitas outras, como o turismo sustentável, o turismo de aventura e o turismo gastronômico, por exemplo.

Mas, o que ele realmente representa?

Qual é a sua importância para o mercado como um todo e, principalmente, para quem ama viajar?

E onde, exatamente, ele pode ser praticado?

Continue a leitura dos próximos parágrafos para ter acesso a todas as respostas.

O que caracteriza o turismo inclusivo, afinal

De imediato, o que vem à sua mente quando você pensa no termo turismo inclusivo?

Bem... Independentemente do que seja, eis uma verdade: a palavra “inclusivo” não está ali à toa, e não deixa de ter seu significado original.

Ou seja: explicando de forma simples e direta, pode-se dizer que o turismo em questão nada mais é do que aquele que é voltado para todas as pessoas, incluindo-as igualmente em suas atividades.

Inclusive, não é raro encontrar quem afirme que trata-se de um termo atrelado apenas aos viajantes que possuam dificuldade de locomoção ou alguma deficiência e, de fato, não deixa de ser isso também.

Mas o turismo inclusivo vai além, sendo realmente focado em ser acessível para todos, independentemente da orientação sexual, da etnia, da idade e de outras questões, como as deficiências que o turista possa ter.

Uma vertente que tem apenas vantagens a oferecer

Ainda dentro dessa explicação, vale salientar que estamos falando de algo extremamente vantajoso, favorecendo a todos os envolvidos.

Os turistas que viajam de forma responsável, por exemplo, contribuem para o fortalecimento da economia e para a preservação da comunidade local. Ao mesmo tempo que “na outra ponta” estão as empresas que estão relacionadas às atividades turísticas e conseguem se manter em funcionamento, graças à iniciativa de abraçar a todos de forma igualitária e respeitosa.

Na prática do turismo acessível e inclusivo, portanto, todos saem ganhando.

Exemplos de destinos para o turismo inclusivo

Agora, já sabendo do que se trata essa vertente do turismo, é muito provável que você esteja se perguntando sobre quais seriam os destinos nos quais ele pode ser encontrado e praticado de forma mais ampla.

E a boa notícia, quanto a isso, diz respeito ao fato de que essa prática pode acontecer dentro e fora do Brasil, estando voltada até mesmo para quem possui alguma deficiência física ou dificuldade de locomoção e quer fazer uma viagem para a praia.

No que diz respeito especificamente ao cenário internacional, podemos citar a cidade de Barcelona que, além de acolhedora, possui adaptação nas calçadas e ampla infraestrutura inclusiva em suas atrações turísticas.

Toronto, no Canadá, é outro exemplo: a cidade é muito adaptada, inclusive no que diz respeito ao transporte, sendo uma ótima opção até mesmo para quem está na terceira idade e não abre mão de desbravar o mundo.

Já no cenário nacional, estes são alguns dos destinos indicados para quem busca aproveitar as férias por meio do turismo inclusivo:

1. São Paulo (São Paulo)

Extremamente vibrante e democrática, a capital paulista possui parques, museus, monumentos históricos e diversos outros atrativos que focam na inclusão.

Até mesmo quem gosta de apreciar eventos culturais encontrará ampla acessibilidade na cidade.

2. Salvador (Bahia)

Sim! Embora não pareça, em um primeiro momento, esta cidade baiana incrível também é inclusiva e acessível, até mesmo no que diz respeito a seus pontos turísticos mais famosos.

E, vale sempre citar: Salvador pode ser não só o destino principal de uma viagem, mas também a porta de entrada para outros locais maravilhosos, como Morro de São Paulo e a Ilha de Itaparica, onde todos os turistas também conseguem ter ótimas experiências.

3. Brasília (Distrito Federal)

Entre todos os lugares para conhecer no Brasil, Brasília é um dos que mais ganham destaque, por ser a capital do país e, portanto, um local para o qual todo brasileiro deveria viajar ao menos uma vez.

E sua fama se construiu também ao redor do fato de que esta é uma cidade plana, o que permite que o turismo inclusivo ali aconteça quase que naturalmente: fazer uma viagem com bebês, por exemplo, se torna mais fácil no que diz respeito à locomoção a pé entre alguns atrativos.

4. Chapada dos Veadeiros (Goiás)

Sendo um dos principais destinos de ecoturismo do Brasil, a Chapada dos Veadeiros surpreende não só pela exuberante beleza, mas, também, por se mostrar receptiva para todos que desejam explorá-la.

Ali existem hospedagens e trilhas adaptadas, além de profissionais que estão preparados para lidar com os mais diversos públicos. Algumas limitações, claro, poderão surgir, mas, de modo geral, trata-se de um lugar que pode ser conhecido por todos os viajantes.

5. Bonito (Mato Grosso do Sul)

O turismo inclusivo e acessível também está presente em Bonito, sendo muito bem representado pela flutuação adaptada, por exemplo.

Este é um destino conhecido pelas belezas encontradas dentro e fora da água, sendo que nos dois cenários você poderá criar memórias inesquecíveis.

Ilha de Boipeba: um destino que também engloba a inclusão no turismo

E então, o que achou da lista de destinos apresentada acima?

Vale frisar, claro, que ela está bastante resumida, uma vez que existem muitos outros lugares que prezam pela inclusão e pela acessibilidade em diversas partes do mundo, incluindo o Brasil.

Outro grande exemplo do que o nosso país tem a oferecer nesse sentido, por sinal, é a Ilha de Boipeba, localizada na região conhecida como Baixo Sul da Bahia: embora proibida a circulação de veículos (justamente por ser uma ilha) o local possui suas próprias soluções para atender as turistas que não querem ou não podem ficar andando.

Se você estiver na Velha Boipeba e quiser ir até a Praia da Cueira para provar uma deliciosa lagosta e tiver dificuldades de locomoção, por exemplo, tenha certeza de que conseguirá a ajuda necessária para ir de um ponto a outro com bastante conforto.

E, ainda considerando o turismo inclusivo que vai além do quesito locomoção, Boipeba também se destaca por ser um destino gay friendly: se você aprecia a diversidade, irá amar conhecê-lo, por isso não deixe de ler o nosso conteúdo sobre o tema!

11 visualizações0 comentário

Comments


11 visualizações

0 curtidas

0 comentário

Turismo inclusivo: o que é e quais os destinos do Brasil

24/05/24

bottom of page