Queimaduras de sol: 7 dicas para aliviá-las

Quando misturamos as belezas da região de Boipeba ao mar, ao turismo sustentável e ao clima baiano, podemos encontrar uma união perfeita para viagens marcantes. No entanto, existe um fator que pode ser muito prejudicial em um passeio de verão: as queimaduras de sol.

Ao contrário do que alguns podem pensar, essa situação pode facilmente destruir os mais diversos planos, visto que a situação pode ocasionar dores, vermelhidão, bolhas e, inclusive, indisposição e desidratação nos casos mais graves.

A questão é que o sol é realmente sinônimo de diversão na praia. Mas, não é segredo que a exposição excessiva sem proteção adequada pode ocasionar muitos problemas, influenciando em questões ligadas diretamente à saúde da pele, como, por exemplo, o câncer de pele.

Além disso, a decisão também pode afetar em nossa aparência, visto que isso também pode ser uma das razões das manchas, principalmente no rosto, colo, braços e mãos.

Mesmo sabendo todas essas informações, muitas vezes imprevistos acontecem, então, além de conhecer medidas de proteção às queimaduras de sol, também é importante saber o que fazer caso isso ocorra acidentalmente. Dito isso, vamos à leitura?


Queimaduras de sol: 7 dicas para alivia-las
Queimaduras de sol: 7 dicas para aliviá-las

O que fazer para tratar as queimaduras de sol?

A melhor forma de tratar as queimaduras de sol é evitá-las. Nesse caso, apenas por questões informativas, devemos reforçar a grande importância do uso do protetor solar, de acordo com as recomendações do fabricante.

Essa é a medida básica que auxilia a garantir passeios mais seguros e confortáveis. Agora, confira os detalhes do que fazer em casos de queimaduras solares:

1. Utilizar hidratante corporal

O hidratante corporal permite que a pele se recupere com mais rapidez. De fato, quando queimamos a pele, esta fica com o aspecto bem ressecado. Por isso, o creme hidratante permite que o toque fique mais confortável, diminuindo também o efeito de descamação que ocorre posteriormente.

Para evitar efeitos colaterais, o indicado é usar cremes hidratantes naturais, principalmente aqueles que prometem efeito calmante e cicatrizante.

Em suma, isso pode ser feito até 3 vezes por dia, sempre que o afetado sentir a necessidade.

2. Utilizar pós-sol

Existem diversos tipos de pós-sol no mercado. No geral, a textura em gel tende a possuir um toque gelado, o que auxilia no alívio da dor.

Além disso, alguns produtos possuem na composição agentes super hidratantes, como aloe vera, por exemplo.

Em casos de queimaduras solares de primeiro grau, esse produto pode aliviar quase imediatamente os sintomas de dor.

3. Utilizar pasta d'água

A pasta d'água pode ser indicada em casos de queimaduras solares superficiais, onde os sintomas são leves.

O produto auxilia na cicatrização, permitindo que a área se recupere com maior facilidade.

No geral, é possível passar a pasta d'água em todo o corpo, já que ela também pode tratar irritações e alergias que surgem com os efeitos do calor.

4. Beber muito líquido

A água é indispensável no tratamento das queimaduras do sol. Afinal, como mencionamos no primeiro parágrafo, é muito comum que o indivíduo tenha sintomas de desidratação em casos graves.

Por isso, a água permite que o corpo todo se mantenha hidratado, o que promove a recuperação de dentro para fora. Além da água mineral, também podemos indicar a água de coco e os sucos naturais, por exemplo.

5. Evitar roupas escuras e fechadas

Quando estamos sofrendo com as queimaduras solares, muito provavelmente iremos sentir sensação de ardor na pele. Por isso, as roupas escuras e fechadas podem piorar os sintomas e o desconforto.

Por exemplo, se você já retornou da sua viagem, dê preferência em utilizar peças mais soltas e claras. Assim, você não sofrerá para trocar de roupa, o que também auxilia a controlar a descamação, já que não haverá tecido em contato com a região afetada.

6. Tomar banhos frios

Bom, existe uma solução que pode aliviar os sintomas quase imediatamente, porém, a sensação é passageira. O banho frio permite que o corpo fique em uma temperatura mais baixa, o que promove um alívio.

Por isso, sempre que possível e necessário, a ducha vai ser uma ótima opção para garantir um passeio mais agradável nessas condições.

Além disso, é essencial reforçar que o uso do sabonete nas áreas afetadas não é indicado. Isso porque, como mencionamos, a região tende a ficar bem ressecada. Nesse caso, o produto pode aumentar a irritação, causando desconforto e dor.

Após o banho, é preciso ter cautela com o uso da toalha. Fazer pressão sobre a ferida pode estourar bolhas e aumentar a descamação.

7. Evitar a exposição solar

Sabemos que em uma viagem de verão, é muito difícil conseguir evitar a exposição solar. Mas, se você já está sofrendo com queimaduras, o indicado é que você evite fazer passeios sem proteção adequada.

Existem também os horários que são mais críticos, sendo ele das 11h até às 15h da tarde. Nesse caso, se você frequentar a praia, procure estar com roupas de proteção e protetor solar.

Se possível, ao ficar na areia, não deixe de investir em guarda-sol ou tendas, por exemplo. Tudo isso traz um conforto maior para que sua viagem possa terminar da forma como imaginado.


Queimaduras de sol
Queimaduras de sol - Hidratante

Saiba mais sobre a queimadura solar

Sem dúvidas, quando planejamos a ida até a um destino de praias paradisíacas, como Boipeba, não desejamos que as chuvas frequentes marquem presença nos dias de passeio.

No entanto, como você pôde notar durante a leitura desse texto, as queimaduras solares também podem desencadear sintomas muito negativos, sendo motivo, inclusive, para que a viagem se torne desconfortável.

Dessa forma, agora que você já sabe como agir em casos como esse, devemos dizer que é extremamente importante procurar um profissional da saúde caso a dor esteja muito forte.

Como você deve saber, existem graus de queimaduras, sendo que as solares costumam ficar entre o primeiro e o segundo grau. Nesse caso, se houver formação de bolhas e inchaço na região, o uso de pomadas específicas pode ser recomendado.

Em suma, não se esqueça de observar o seu corpo enquanto estiver na praia. Caso você observe vermelhidão, por exemplo, o mais indicado é buscar formas de se proteger imediatamente, aplicando o protetor solar sempre que necessário.

Por fim, agora te convidamos a ler o próximo artigo onde você poderá conhecer as características de 12 praias incríveis no estado da Bahia e lembre-se, ao visitá-las não se esqueça do protetor solar!


1 visualização0 comentário

1 visualização

0 curtidas

0 comentário

Queimaduras de sol: 7 dicas para aliviá-las

09/05/22