top of page

Procissões marítimas em Boipeba: conheça a tradição

A vila Velha Boipeba não se chama assim por acaso, ela surgiu como povoação nas primeiras décadas do povoamento português no séc. XVI. Em 1563, Mem de Sá doou as terras da Sesmaria das Doze Léguas aos jesuítas, latifúndio que incluía a ilha de Boipeba.

O povoado da Velha Boipeba nasceu, portanto, de uma missão jesuíta e até hoje conserva muito das tradições religiosas através dos seus festejos e procissões. Destacamos neste post, duas procissões marítimas em Boipeba que acontecem todo ano, eventos belíssimos e que movimentam a população local, além de turistas que também se fazem presentes.

Vamos conhecer as procissões marítimas em Boipeba

Procissão Marítima de São Francisco dos Pescadores

A principal e mais tradicional festa de Boipeba acontece nos meses de maio e junho, sendo dedicada ao padroeiro da ilha, o Divino Espírito Santo.

Com mais de 400 anos de tradição, a festa se prolonga por vários dias e possui calendário composto por alvoradas, procissões, lavagem da igreja, batizados, caminhada luminosa e missas.

É na manhã do último dia da Festa do Divino Espírito Santo que acontece a Procissão Marítima em Homenagem a São Francisco dos Pescadores. Momento em que um cortejo de barcos sai da praia da Boca da Barra em busca da imagem de São Francisco na praia de Pontal, extremidade sul da ilha de Tinharé.

A imagem do santo é então levada por um barco lindamente decorado e seguido por diversas embarcações e canoas até o Terminal Marítimo, com a sequência da procissão acontecendo a pé pelos bairros da vila Velha Boipeba e guiada por pescadores com seus remos pintados nas mãos.

Procissão Marítima de São Sebastião em Cova da Onça

A festa em homenagem a São Sebastião, padroeiro da vila homônima em Boipeba e também conhecida como Cova da Onça, acontece no mês de janeiro, sendo a procissão marítima seu momento mais bonito.

O evento inicia no mar de Cova da Onça com muitas embarcações navegando em cortejo para Barra dos Carvalhos, primeira praia do continente ao sul de Boipeba. Uma grande embarcação conduz a imagem do santo por todo o percurso, sendo seguida por diversos barcos e canoas decorados com palha de coqueiro e flores coloridas.

Já em Barra dos Carvalhos, acontece uma parada para orações e retirada do andor. Posteriormente, os barcos retornam para Cova da Onça, onde a imagem de São Sebastião é devolvida para a igreja de mesmo nome e o festejo continua com sua programação em terra.

Vá a Boipeba em períodos de festas populares

Marcar a sua viagem numa data de festas populares em Boipeba é requintar seu momento com elementos que estão muito além das maravilhosas dádivas naturais que a ilha oferece.

Boipeba preserva muito da originalidade cultural advinda da mistura entre tupinambás, africanos e portugueses, e suas festas são coloridas, emocionantes, ou simplesmente espetaculares.

Quer saber mais sobre a cultura e a história da ilha de Boipeba? Continue conosco no Blog da Ilha, ele possui uma gama de artigos publicados que podem fazer você se apaixonar por esse lugar sem mesmo ter posto os pés lá. Difícil mesmo será segurar a ansiedade até o dia da sua viagem!

17 visualizações0 comentário

17 visualizações

0 curtidas

0 comentário

Procissões marítimas em Boipeba: conheça a tradição

04/10/23

bottom of page