top of page

Cicloturismo no Brasil: 4 roteiros incríveis

Se você chegou até este post é porque já se convenceu em realizar uma viagem de bicicleta, entendendo ser o cicloturismo no Brasil uma ótima forma de conhecer pessoas, culturas e lugares maravilhosos.

Fizemos uma lista de roteiros incríveis no Brasil, que apresentam todos os elementos que os cicloturistas amam, paisagens surreais, cultura e história. Continue conosco!

Descubra o cicloturismo no Brasil

  • Ilha de Itaparica > Ilhéus (BA)

  • Caminho da Fé (SP e MG)

  • Vale Europeu (SC)

  • Estrada Real (RJ, SP e MG)

Ilha de Itaparica > Ilhéus (BA)

A trip deve iniciar em Salvador, mais especificamente no Terminal Marítimo de São Joaquim, onde os ferryboats atravessam pessoas, bicicletas, motos, carros e caminhões até o Terminal Marítimo de Bom Despacho, na ilha de Itaparica. É lá que o pedal começa, seguindo pela BA-001 até Ilhéus, a cidade do cacau e do famoso escritor Jorge Amado.

São 297 km de estrada no total, passando por comunidades ribeirinhas, região riquíssima em mariscos, dendê e onde se come o que há de melhor na gastronomia baiana.

Quatro destinos extraordinários estão no caminho, compostos por piscinas naturais de águas cristalinas, Mata Atlântica, manguezais e praias de coqueirais intocados.

São lugares realmente paradisíacos que justificam este inusitado roteiro, envolvendo travessias de barco, estradas de barro, de areal, e que merecem ser visitados com tempo suficiente disponível.

  • Morro de São Paulo - São 116 km do Terminal Bom Despacho na ilha de Itaparica até o Atracadouro Bom Jardim, uma rota que você poderá fazer entre um e três dias, a depender da sua condição física. Do atracadouro partem barcos e lanchas até o Morro de São Paulo. Clique aqui para saber mais sobre o Morro de São Paulo.

  • ilha de Boipeba - Existem duas opções para chegar em Boipeba com sua bike a partir do Morro de São Paulo: a primeira é percorrer a ilha de Tinharé por trilhas de areal no sentido Norte/Sul até a Fazenda Pontal, de onde saem barcos que atravessam turistas que chegam em caminhonetes 4x4 até Boipeba.

A outra opção é retornar até o Atracadouro Bom Jardim de barco, seguir 22 km pela rodovia BA-001 até Valença e de lá pegar um barco por 3 horas até Boipeba. Clique aqui e saiba tudo sobre Boipeba.

  • Barra Grande - O vilarejo está às margens da Baía de Camamu e pode ser acessado de duas maneiras a partir de Boipeba:

A primeira é percorrer a ilha de Boipeba por trilhas de areal no sentido Norte/Sul até o povoado de Cova da Onça, onde você poderá fretar um barco até a deserta Barra de Carvalho e percorrendo aproximadamente 20 km pela areia da praia (na maré seca) até a Barra de Sirinhaém, onde poderá fretar um barco que te atravesse até Barra Grande.

A segunda é retornar de barco entre Boipeba e Valença, percorrer aproximadamente 72 km pela rodovia BA-001 até a cidade de Camamu e de lá tomar um barco por 3 horas até Barra Grande. Clique aqui e saiba mais sobre Barra Grande.

  • Itacaré - O percurso é, em sua grande maioria, por estrada de barro (BR-030), até encontrar com a BA-001 (asfaltada). São aproximadamente 67 km no total, te levando a uma das cidades praianas mais bonitas do país. Clique aqui e saiba mais sobre Itacaré.

  • Ilhéus - O último trecho possui 73 km e acontece na rodovia BA-001, passando pela linda Serra Grande e seu mirante espetacular, além de beirar todo o litoral norte de Ilhéus. Clique aqui e saiba mais sobre Ilhéus.

Caminho da Fé (SP e MG)

Trata-se da maior rota de peregrinação do Brasil, sendo percorrido todo ano por milhares de romeiros que caminham até a cidade de Aparecida (SP). O percurso pode variar entre 300 km e 500 km, a depender do ponto inicial que você considerar em seu roteiro e passa por lindas paisagens serranas, de campo, além de pequenas cidades paulistas e mineiras.

O Caminho de Santiago brasileiro oferece excelente infraestrutura de restaurantes e pousadas em todo o percurso, conforto fundamental para o merecido descanso. Clique aqui e saiba mais sobre o Caminho da Fé.

Vale Europeu (SC)

Uma das rotas mais famosas do cicloturismo brasileiro, possui um percurso circular de aproximadamente 300 km, que começa e termina na cidade de Timbó (SC).

Com paisagens belíssimas entre subidas e descidas, a rota possui ótima infraestrutura de pousadas e muito boa sinalização. Não deixe de conhecer as cervejarias e os restaurantes alemães e italianos que descendem dos imigrantes que fundaram as cidades e povoados da região. Clique aqui e saiba mais sobre o Vale Europeu.

Estrada Real (RJ, SP e MG)

Todos os caminhos da Estrada Real são especialíssimos, seja pela maravilhosa e diversificada paisagem que se descortina no percurso, seja pela riqueza histórica traduzida pela maravilhosa arquitetura colonial.

O cicloturismo é a atividade perfeita para quem deseja conhecer profundamente a região, que por sua vez, parece ter sido elaborada para ser explorada pelos cicloturistas!

O fato de estar pedalando e parando de lugarejo em lugarejo, possibilita encontros com a rica cultura da região e também com parte fundamental da historiografia brasileira, cidades que são verdadeiros museus a céu aberto, com ruas de pedra, antigas igrejas e outros monumentos históricos que fizeram parte do Brasil colonial e imperial.

A Estrada Real possibilita quatro opções de rotas, que você deverá pesquisar com carinho antes de decidir a sua:

  • Caminho Velho da Estrada Real - Foi a primeira rota aberta para transportar ouro e pedras preciosas até o mar, sendo 710 km a partir de Ouro Preto (MG), passando por Tiradentes (MG), São João del-Rei (MG) e Caxambu (MG), até a cidade de Paraty (RJ)

  • Caminho Novo - Novo para os antigos, já que essa rota começou a ser aberta a partir de 1698. São 515 km no total, dentre estradas de terra, asfaltadas e trilhas, começando no Rio de Janeiro, subindo a serra até Petrópolis (RJ) e seguindo até Ouro Preto (MG).

  • Caminhos dos Diamantes - Percurso de 350 km que liga Ouro Preto (MG) até a cidade de Diamantina (MG), repleto de incríveis cachoeiras, como a do Tabuleiro, e cenários espetaculares.

  • Caminho de Sarabuçu - São 160 km e um trecho de subida dificílimo, saindo da cidade de Cocais, passando por Caeté, Sabará, Nova Lima e chegando em Glaura, cidade vizinha de Ouro Preto.

Para saber mais sobre a Estrada Real, clique aqui!

Conheça a Bahia com a Bahia Terra Turismo, desde 2006 levamos milhares de turistas anualmente aos mais diversos destinos baianos, sempre primando por segurança e conforto!

20 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

20 visualizações

0 curtidas

0 comentário

Cicloturismo no Brasil: 4 roteiros incríveis

04/10/23

bottom of page