top of page

Cicloturismo: saiba mais sobre essa modalidade de aventuras

Você sabia que a cada ano milhares e milhares de pessoas em todas as partes do mundo sentam numa bicicleta e saem por aí pedalando dezenas, centenas e até milhares de quilômetros, em busca de aventuras e vivências inesquecíveis?

É preciso uma dose de coragem, outra de determinação, e uma ainda maior de amor pela aventura e tudo o que ela pode proporcionar, tomando como referência esse estilo de vida.

Não existe um formato ideal para praticar o cicloturismo, na verdade o formato depende de você, de onde queira ir, seus desejos e sonhos, motivações pessoais, disponibilidade de tempo, enfim, você pode montar seus roteiros e planos livremente de acordo com suas necessidades e vontades.

  • O que é o cicloturismo?

  • Cicloturismo com suporte ou autônomo?

  • Qual a bicicleta apropriada?

  • bags e alforjes

  • Medidas de segurança

  • Dicas importantes

O que cicloturismo?

É viajar numa bicicleta utilizando sua própria energia como força locomotora, um meio de conhecer lugares, pessoas e de se manter em contato pleno com a natureza. É também uma maneira muito saudável, econômica e ecológica de fazer turismo.

O cicloturismo representa todo esse conceito, uma atividade que agrega vivências e que permite grandes aprendizados culturais.

Cicloturismo com suporte ou autônomo?

Sua viagem de bicicleta poderá acontecer de duas maneiras: com suporte e guiamento profissional, acontecendo em grupo ou individualmente, ou de forma autônoma, podendo também ser em grupo ou individualmente.

Com suporte

A depender do local onde deseja pedalar, existem empresas especializadas em expedições guiadas, algumas delas com roteiros pré-definidos, aluguel de bicicletas e equipamentos, enfim, com tudo o que você precisa para chegar e sair pedalando.

É uma modalidade muito comum quando se busca fazer o cicloturismo em outras partes do mundo. Assim você só precisa viajar até o país da expedição, retirar seus equipamentos e cair na estrada sem preocupações com pneus furados e peças quebradas, já que esse tipo de agência oferece carros de apoio para segurança e todo suporte mecânico necessário.

Autônomo

Aqui só ficam realmente os que têm gosto pela aventura, que trocam o certo pelo incerto, partindo em busca do desconhecido pelo simples prazer de desbravar. Essa modalidade também exige uma maior preparação física e emocional, além de conhecimentos técnicos que vão desde a mecânica das bicicletas até o estudo geográfico para a elaboração dos roteiros.

Falamos de aventura pois o projeto consiste em viver cada dia, cada meta, mas tomando como referência o grande Amyr Klink, é preciso planejamento e organização para evitar situações indesejáveis. Portanto, se você está dando os primeiros passos, sugerimos que inicie com viagens curtas e próximas da sua casa, e com os aprendizados do dia a dia você possa ganhar experiência e consistência em seus projetos.

Qual a bicicleta apropriada?

Mais importante que o modelo da bicicleta são o material e as características das peças usadas. Procure saber a procedência, os fabricantes, e se você estiver iniciando e não souber nada sobre o assunto, leia e assista vídeos na internet, há muito conteúdo sobre o tema.

Conhecer alguém de confiança que entenda de bikes também é legal e pode te fazer ganhar tempo no aprendizado. Quanto ao modelo da bike, poderá ser mountain bike, bikes de endurance, gravel ou até mesmo bikes urbanas.

Alforjes

Hoje em dia existem alguns fabricantes no Brasil e diversos são os modelos e tamanhos de alforjes para serem utilizados nos mais variados tipos de bicicletas. A quantidade e os modelos que você deverá utilizar para sua aventura dependem muito do tipo da viagem que empreenderá, a distância a ser percorrida, condições e tipos de pistas, etc.

Uma dica importante é que os alforjes não passem de 25 kg de equipamentos. Mais do que isso, poderá dificultar bastante sua viagem, lembrando que você poderá pedalar por terrenos íngremes e fazer travessia complicadas.

É muito importante que os alforjes sejam impermeáveis, que possuam boa compactação e organizadores internos.

Quanto à fixação dos alforjes na bike, esse é um ponto muito importante. O segredo é a maneira como ele será fixado na bicicleta. Ele deverá ficar bem firme para aguentar impactos de buracos, sem cair, desalinhar ou mesmo virar.

Evite modelos de alforjes que necessitem amarrações, elas podem dificultar o uso, tornando difícil o acesso ao interior dos mesmos. Lembre-se sempre de verificar se o modelo do alforje pode ser fixado na sua bicicleta. Algumas marcas são produzidas especificamente para alguns modelos e marcas de bicicletas.

Medidas de segurança

  • Use roupas de cores fortes e vibrantes como laranja, verde limão, rosa choque, etc;

  • Faça uso de buzinas;

  • Tenha um retrovisor na sua bicicleta;

  • Mantenha as luzes acesas, mesmo na luz plena do dia;;

  • Use um capacete adequado, não economize nisso;

  • Use luvas;

  • Use óculos, sua função é fundamental para evitar que poeira e pequenas sujeiras e pedrinhas voem em seus olhos;

  • Respeite as leis de trânsito;

  • Não pedale na contramão;

  • Evite pedalar à noite;

Para mais dicas de segurança, clique aqui!

Dicas importantes

  • Organize seus reservatórios para uma quantidade diária de água sempre maior que sua necessidade;

  • Leve pelo menos duas câmaras reservas;

  • Leve todas as ferramentas necessárias para troca de pneus e corrente;

  • Leve um power link, em ladeiras e subidas sua corrente pode quebrar;

  • Equipamentos de camping leves e que suportem tempestades;

  • Roupas adequadas para o clima do seu roteiro;

  • Repelente é fundamental, você saberá a razão quando for necessário;

  • Protetor solar é imprescindível;

  • Planeje sua alimentação, ela é tudo no cicloturismo, energia e saúde são o mais importante para sua viagem;

  • Cuidado com o que come na estrada e nas cidades em que visitar, uma infecção intestinal pode encerrar precocemente sua aventura;

  • Tenha sempre dinheiro em espécie, mesmo em tempos de internet, pix e cartões de crédito e débito.

Quer conhecer um bom destino para inspirar o planejamento da sua próxima viagem de cicloturismo? O Blog da Ilha é renovado mensalmente com dezenas de textos sobre a incrível ilha de Boipeba, um lugar repleto de cultura, natureza e bem próximo de outros destinos especiais da Bahia, como o Morro de São Paulo, a Baía de Camamu e Itacaré.

30 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

30 visualizações

0 curtidas

0 comentário

Cicloturismo: saiba mais sobre essa modalidade de aventuras

04/10/23

bottom of page