Povoados

Morro de São Paulo é um dos locais de colonização mais antigo da Bahia, sua população é de miscigenação de negros, índios e europeus. A População vive do turismo e tem como os povoados vizinhos a Gamboa do Morro, Zimbo e Galeão.

Povoado da Gamboa

Partindo de Valença, Gamboa é a primeira parada daqueles vem à Morro de São Paulo. O vilarejo de pescadores é um lugar ideal para quem deseja saborear uma gastronomia de raiz. O Povoado vive basicamente da pesca e do turismo. Em Gamboa existem bares, pousadas e restaurantes. A Gamboa além da gastronomia oferece as seus visitantes um paredão de argila que segundo contam... "tem o poder de rejuvenescer  anos a pessoa que ali passa por uma espécie de esfoliação. Além de praia de areias fina, branca e de águas calmas, Gamboa é um lugar excelente para a prática de esportes náuticos.

Povoado do Galeão

O Povoado do Galeão é o lugar que a mata atlântica, e manguezais formam o retrato deste lugar. A pesca, o extrativismo (plantação de piaçava), e óleo de dendê têm como principal atividade econômica. Construída em 1644 a igreja São Francisco Xavier é um dos cartões postais do povoado que toda data 03 de dezembro é feito uma celebração ao padroeiro. Galeão faz parte de APA de Tinharé (Área de Proteção Ambiental) que tem como dever a preservação e conservação do ecossistema da região. 

Povoado do Zimbo

Curiosamente seu nome foi dado devido a pequenas conchas de búzios que serviam de moeda corrente para transações comerciais. Os antigos moradores usavam o "zimbo" espécie de molusco para compra e venda de posses. Além das inúmeras histórias contadas pelos moradores o Zimbo ainda é aquele tipo de lugar tão tranquilo que as pessoas que ali vivem dormem com portas abertas, e talvez esse seja um dos motivos que segundo dados do censo em 2007, o Zimbo é um dos bairros mais populosos de Morro de São Paulo.

Povoado de Garapuá

A origem do nome vem de uma garça que é conhecida como guará, que é uma bela ave de pena na cor avermelhada. Garapuá é um vilarejo de pescadores com enseada de águas calmas em formato de concha. Devido a água ser tão transparente e mornas a quem diga que Garapuá é o caribe do nordeste. A população vive principalmente da pesca e do turismo.