Campeonato de Surfe

Há dez anos atrás o surfe chegou a Ilha de Boipeba, através de pessoas que imigraram para viver aqui. Desde do início a ideia era entreter os jovens, adolescentes e crianças e juntos combater a degradação sócio ambiental e cultural investindo na conscientização e educação ambiental.

Os promovedores do campeonato não visam a disputa, mas sim a comunhão entre a comunidade e valorização do contato direto com a Mãe Natureza!

O surfe a cada ano que passa ganha mais força, hoje na Ilha de Boipeba já existem dois grupos promovem o evento, contando sempre com ajuda dos comerciantes locais.

Um grupo chamado Garapirá de Leste, é o mais antigo, foi o grupo que deu iniciativa ao movimento, hoje seus eventos são voltados para crianças e pré-adolescentes, coordenado por Leonardo de Sá. 

Os campeonatos Garapirá acontecem sempre em Outubro, no dia 12 (dia das crianças), estrategicamente atraindo o público infanto-juvenil.

O outro grupo chama-se Entubando Fundo começou a atuar a 3 anos. Dissemina também a ideia e a educação socioambiental e cultural, esse grupo é coordenado por Cristovão Santos, chamado por surfistas da ilha de Boipeba de “Istalado”.

Atualmente o objetivo do Entubando Fundo é propagar o surfe local e tornar profissionais, divulgando em outras localidades o surfe boipebano. O “Campec” normalmente acontece no mês de agosto, período que rolam as melhores ondas.

Evento de ambos grupos acontecem através de apoio local e de outros lugares. Com os apoios é possível oferecer para os atletas e telespectadores alimentos naturais e saudáveis enquanto o evento acontece, as premiações também são frutos de doações.

Ainda é um evento de pequena proporção, porém é algo levado muito a sério, o surf na Ilha de Boipeba não é apenas um esporte qualquer, passou a ser um estilo de vida. #Aloha